5 dez

As cortinas amareladas do pôr-do-sol. Ela de perfil e a luz que vinha de trás, fraca, revelando seu corpo nu através do lençol fino. O dia era quente e a voz dela ecoava sozinha por todo o quarto e dentro da minha cabeça. Ela nem percebia, mas fazia horas que eu só ouvia as palavras que fluíam sem vergonha alguma de seus lábios empolgados. Ela discorria sobre tudo o que passava por sua cabeça, atropelando assuntos, dando pequenos saltos quando lembrava de alguma coisa de sua infância e rindo sozinha de algumas lembranças bobas. Minha cena preferida era a que agora se repetia: ela balançava a cabeça pra trás com um sorriso malicioso nos lábios, primeiro em silêncio, pra logo depois pular pra cima de mim e contar bem baixinho – como se houvessem outras pessoas ali que não podiam escutar – sobre alguma sacanagem que fez quando mais nova, naquela época em que cortou os cabelos no ombro e resolveu que preto era a cor da revolução que queria fazer. Algumas vezes eu senti muita vontade de dizer algo, qualquer coisa, só pra ver se minha voz ainda combinava com a dela, mas logo desistia com medo de estragar aquele monólogo perfeito. Aquela seqüência de cenas que seria só minha. Ela não tinha idéia de como o cabelo dela ficava lindo naquele comecinho alaranjado de noite. Ondas castanhas até o meio das costas. Eu quis absorver cada detalhe daquele dia, me lembrava perfeitamente de cada pausa que ela fazia entre um assunto e outro, de como o silêncio parecia seguro com ela ali. Às vezes me perdia nos movimentos de suas mãos, pareciam uma coreografia ensaiada ao som das palavras que jorravam sem fim.

O quarto estava escuro agora, iluminado por algumas luzes que vinham da rua. As frases pareciam mais lentas, cada vez mais pausas. Fechei os olhos pra me concentrar no cheiro do quarto, o cheiro de nossos corpos preguiçosos o dia todo naquele colchão. Enfim ela se deitou ao meu lado, senti sua respiração quente no meu rosto, senti seus cílios fazerem cócegas nas minhas pálpebras fechadas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: